A IMPORTÂNCIA DA RITUALÍSTICA

Saudações, estimado Irmão!
A IMPORTÂNCIA DA RITUALÍSTICA
Relendo uma brilhante Prancha de Arquitetura do Irmão Paulo Queiroga (quarta geração de Maçons Queiroga vindos de Ouro Preto e Serro/MG), me vejo compelido a compartilhar, com a devida autorização do autor, suas palavras bem fundamentadas sobre a relevância e a necessidade dos rituais, como forma de garantir a perpetuidade dos princípios e valores maçônicos.

No artigo, intitulado “A Maçonaria e a revisão de seu papel histórico”, O Irmão provoca uma reflexão sobre nosso comportamento e atitudes, considerados da porta do Templo para fora, ou seja, junto à sociedade.

O alerta da Prancha é para nos atentarmos às mudanças da atualidade, a fim de evitar ou amenizar os impactos de uma crise na Ordem e o enfraquecimento de sua presença efetiva junto ao mundo profano.

Por outro lado, no parágrafo que reproduzo, abaixo, o Irmão Queiroga defende a estabilidade da liturgia e dos ritos, por entendê-los como base para a permanência dos valores e princípios da Ordem e os considera os mais importantes instrumentos de perpetuidade da Maçonaria.

                        “A Maçonaria tem suas Colunas plantadas na tradição. Hoje, de certa forma, ela está distanciada dos principais atores da História. ……….
                        é natural e necessário para sua sobrevivência que ela recorra aos rituais, à liturgia própria e às suas conquistas históricas, ainda que remotas, para manter viva a chama de seus propósitos fundamentais e seus princípios universais”.
Portanto, como disse o Irmão, a Maçonaria precisa estar atenta à necessidade de rever seu papel nas mudanças da sociedade e se adaptar a este novo mundo marcado pelo instantâneo e o virtual. Mas, isso não significa abandonar seus rituais e sua liturgia.

Os ritos são um conjunto de atos formalizados, que carregam uma dimensão simbólica e envolvem objetos, sinais, expressões, narrativas compondo um sistema de linguagem que vai permanecer pela História.

A liturgia faz com que as ideias transcendam seu tempo histórico. Esta é uma regra que vale para todo tipo de associação humana que se pretende permanente, especialmente para a Maçonaria.

Os símbolos estão presentes em todas as culturas, desde as comunidades mais primitivas à sociedade contemporânea. Esses sistemas simbólicos de linguagem, quando devidamente apropriados por instituições, previnem os altos e baixos dos modismos, revelam o cerne das culturas, além de se tornarem patrimônio da História da humanidade e fonte de esclarecimento do que é o ser humano.

A liturgia, as regras, os rituais são e continuarão sendo o amálgama da Maçonaria. Sem eles, poderíamos nos comparar a qualquer agremiação comunitária, social, esportiva, de serviços etc, mas, não seríamos Maçonaria.

TEMOS DE TER OS PÉS NA CONCRETUDE DO PRESENTE E OS OLHOS NAS PERSPECTIVAS DO FUTURO PARA NÀO PERDERMOS AS BASES CONSTRUÍDAS NO PASSADO.

                     

DEDICO este artículo a los Hermanos de la Gran Logia de la Masonería del Uruguay, que con tanto cariño me recibieron esta semana. También y muy especialmente, a los de la RLS Joaquim José da Silva Xavier “Tiradentes” n° 141 de Oriente de Montevideo, que me obsequiaron con la placa alusiva al 37° aniversario.

Sinto muito. Me perdoe. Sou grato. Te amo. Vamos em Frente!

Neste décimo terceiro ano de compartilhamento de instruções maçônicas, continuaremos incentivando os Irmãos a enriquecerem o Quarto de Hora de Estudo. Indiferente de graus ou cargos, somos todos responsáveis pela qualidade dos trabalhos em nossa Oficina.

Imprima este trabalho e deixe entre seus materiais maçônicos, havendo oportunidade solicite ao Venerável Mestre sua leitura e promova o intercambio de idéias.

Fraternalmente
Sérgio Quirino
Grande Primeiro Vigilante
GLMMG
Ano 13 – Artigo 48 – Número Sequencial 749 – 01 Dezembro 2019
Sérgio Quirino
Grande Primeiro Vigilante da Grande Loja Maçônica de MInas Gerais
Contato: 0 xx 31 99959-5651 / quirino@roosevelt.org.br
Facebook: (exclusivamente assuntos maçônicos) Sergio Quirino Guimaraes Guimaraes
Os artigos publicados refletem a opinião do autor exclusivamente como um Irmão Maçom.
Os conteúdos expostos não reproduzem necessariamente a idei
Facebook Comments

1 thought on “A IMPORTÂNCIA DA RITUALÍSTICA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *